Sinusite, rinite ou nariz entupido? Seu problema está no intestino – saiba como resolver!

Você sente dificuldade para respirar frequentemente porque o nariz está sempre entupido?

Se você sofre com essa condição, temos uma informação importante: talvez seja o seu intestino o responsável por sua sinusite/rinite.

Sintomas como garganta irritada, febre, dor de cabeça e tosse são causados geralmente por problemas digestivos.

Segundo os especialistas, uma em cada três pessoas no mundo já teve, pelo menos uma vez na vida, problemas com uma levedura que se chama cândida, que muitas vezes se transforma num fungo prejudicial à saúde.

Infelizmente, esse invasor se prolifera rapidamente pelo corpo, e atinge até os pulmões e o cérebro. Isso porque ele produz toxinas que penetram na corrente sanguínea.

Um estudo realizado pela Mayo Clinic observou 210 pacientes que sofriam com sinusite crônica.

Foram analisadas amostras de muco da cavidade nasal, sendo constatado que 96% deles tinham cândida.

A conclusão do estudo constatou que a sinusite crônica é uma reação do organismo que é afetado com fungos patogênicos.

Alguns pacientes, por serem mais sensíveis, acabam por desenvolver problemas mais complicados, como candidíase.

Com esse dado em cima da mesa, é justo concluir que tomar antibiótico contra a sinusite, embora traga alívio, pode ter consequências péssimas no final. Isso porque, ao destruir a flora intestinal, os antibióticos favorecem a proliferação de fungos como a cândida.

Confira os outros sinais de infecção fúngica no intestino, além dos já mencionados:

  • Irritação
  • Problemas na pele
  • Doenças vaginais
  • Acne
  • Náuseas
  • Tontura
  • Fadiga
  • Mau hálito
  • Dores no corpo

Alguns alimentos estimulam o crescimento do fungo. A saber

  • Bebidas alcoólicas (principalmente a cerveja)
  • Bebidas doces, refrigerantes
  • Produtos lácteos, com exceção do iogurte natural
  • Levedura de cerveja
  • Farinha
  • Açúcar refinado

Felizmente, a medicina natural oferece alternativas para combater o fungo.

São eles:

  • Remédios e suplementes à base de ácido caprílico. que está na composição, por exemplo, do óleo de coco.
  • Bicarbonato de sódio, cúrcuma e alho também ajudam.
  • O consumo de probióticos e alimentos ricos em lactobacilos, como o iogurte natural (de preferência o iogurte caseiro) e o kefir, ajudam a restaurar a flora bacteriana intestinal.
  • Dieta: como já referimos, evite bebidas alcoólicas e alimentos açucarados.
  • Lavagem nasal: misture 1 colher (chá) de sal e meia de bicarbonato de sódio em um copo com água quente. Misture bem e aplique um pouco no nariz com a ajuda de um conta-gostas. 

Se quiser deixar a solução ainda mais forte, adicione algumas gotas de extrato de semente de uva.

Repita essa lavagem duas vezes por dia, até a infecção desaparecer.

Se sua garganta estiver dolorida, você pode fazer um gargarejo com água morna e sal.

OBS: por causa do sal, hipertensos não podem fazer esta lavagem.

  • Aromaterapia: você pode colocar algumas gotas de óleo essencial em um difusor, o que ajudará a abrir as vias aéreas e combater a inflamação.

Os óleos mais indicados são o de tomilho, orégano e eucalipto.

Com essas dicas, seus problemas respiratórios certamente irão desaparecer ou, no mínimo, aliviar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.