Mulher que traiu o marido com morador de rua faz relato de algo sobrenatural, veja:

Um dos assuntos mais comentados da semana é o caso da mulher que traiu o marido com um homem em situação de rua. Depois de viralizar nas redes sociais, o sucedido virou o assunto do momento no Brasil.

A confusão que envolveu o personal trainer Eduarto Alves, sua companheira e um mendigo aconteceu em Planaltina, no Distrito Federal, quando o marido surpreendeu sua mulher mantendo relações sexuais com o homem de 48 anos dentro do automóvel dela. Segundo o personal trainer, seu esposa sofreu violência sexual e foi internada na sequência.

O personal trainer afirma que Sandra, sua esposa, teve um surto psicótico e não estava no domínio de sua consciência. Por isso, segundo ele, “não foi uma traição, mas um crime de violência”, disse Eduardo em uma nota enviada ao site Metrópoles.

Depois da confusão na via pública, os três foram foram conduzidos à 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), que investiga o sucedido. Segundo fontes policiais, a mulher disse na delegacia que o encontro íntimo com o mendigo foi consensual. Uma testemunha ouvida pela polícia corrobora a versão da mulher.

Em um áudio divulgado pelo site, a mulher conta o que aconteceu a uma amiga e afirma que todo o ato foi consensual. Segundo ela, o mendigo se aproximou e pediu dinheiro. “Me deu vontade de abraçá-lo”, contou a mulher. Na sequência, o homem pediu para fazer um carinho no pé dela. “Eu tive uma sensação muito boa”, disse Sandra.

No áudio divulgado, a mulher afirma que sentiu a presença de Deus no encontro com o mendigo. Em outro momento, a mulher terá visto o próprio marido na pessoa do mendigo. “Teve um momento, que eu vi ele como Deus. Logo a seguir, como Eduardo”, afirmou.

Segundo ela, os dois trocaram carícias ainda na via pública. E começaram a se beijar na frente da sogra, o que deixou a mãe do personal trainer muito espantada com tudo aquilo. Perante o espanto da sogra, a mulher disse: “É o meu propósito, deixa eu receber o meu propósito”.

Depois do beijo, o homem entrou no carro da mulher, que procurou um lugar escuro e afastado para os dois ficarem juntos. “Eu senti a necessidade de deixar ele entrar no meu carro”, disse a mulher.

A versão do morador de rua

Em depoimento na delegacia, o mendigo contou que, por volta das 21h30 de terça-feira, um carro estacionou perto da escola paroquial, em Planaltina.  Dentro do veículo, estava a esposa do personal trainer.

Segundo ainda o morador de rua, a mulher o chamou e pediu para ele se aproximar. “Vamos brincar um pouco?”, teria dito a mulher. A seguir, segundo o mendigo, a mulher o convidou para entrar no carro. Contou que, no momento em que estava nu, tendo relações íntimas com a mulher, um “homem bravo invadiu o carro” e e ele começou a ser agredido. O homem afirma que não conhecia a mulher e que o ato foi consensual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.