Manchas escuras no corpo podem ser sinais de algo grave acontecendo com você. Saiba as 3 causas:

Muito provavelmente, você já teve manchas roxas na sua pele. Essas manchas surgem quando vasos sanguíneos se rompem, provocando um extravasamento de sangue na região. Esses sangramentos acontecem na pele, ou na camada logo abaixo dela, devido a alterações no sangue, um trauma (uma pancada) ou a própria fragilidade dos vasos sanguíneos.

Conhecidas como púrpura ou equimose, esse tipo de mancha costuma aparecer e desaparecer sem que haja muita intervenção ou qualquer outro sintoma aparente. Foi pensando nisso que resolvemos trazer aqui as três principais causas que fazem esse tipo de mancha roxa aparecer em nosso corpo, para além dos traumas acima já mencionadas, e como tratar:

1 – Fragilidade capilar

Pequenos vasos sanguíneos, responsáveis pela circulação, se fragilizam, se rompendo espontaneamente, e causando sangramento na pele. Deficiência de vitamina C, questões emocionais, predisposição genética, alergias e envelhecimento estão entre as causas para a fragilidade capilar. Em alguns casos, não é possível identificar as causas do enfraquecimento capilar, o que faz com que algumas pessoas tenham manchas com mais facilidade do que outras, sem que isso signifique um problema de saúde ou doença.

Como tratar: normalmente, essas manchas surgem e desaparecem de maneira espontânea, sem a necessidade de tratamento. Você pode utilizar pomadas para hematomas que acelerem esse processo, diminuem a inflamação e facilitam a reabsorção do sangue.

2 – Distúrbios sanguíneos

Doenças genéticas, doenças da medula óssea, doenças do fígado, doenças auto-imunes, infecções bacterianas ou virais estão entre as doenças que causam distúrbio no sangue. Causadas por doenças, essas manchas costumam ser mais graves e sua intensidade irá variar segundo as causas.

Como tratar: o tratamento irá depender das causas, podendo ser necessário, segundo as indicações médicas, a filtração do sangue, o tratamento de infecções, o uso de medicação para regular a imunidade, como corticoides, ou, em último caso, a transfusão de plaquetas.

3 – Uso de medicamentos

Alguns medicamentos podem predispor à formação de manchas roxas por interferirem na ação das plaquetas ou na capacidade de coagulação do sangue. O ácido acetilsalicílico (aspirina), Tiamina, Hidrazalina, Paracetamol, medicamentos da classe dos coagulantes ou quimioterapia são alguns exemplos.

Como tratar: consulte o médico para ver se é possível trocar ou remover a medicação. Durante a ingestão do medicamento, evite ao máximo pancadas, para não correr risco de hemorragias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.