Apenas 1 exercício todas as noites para evitar o Alzheimer, veja:

O cérebro humano é uma máquina tão poderosa que os computadores são uma reles tentativa de imitação do seu funcionamento.

Se não fosse o cérebro humano, muito provavelmente o ser humano não teria sobrevivido para contar a história, pois era, de longe, o animal mais frágil de todos.

Imaginem que o cérebro do ser humano atual tem mesma capacidade intelectual do cérebro do homo sapiens que surgiu há cerca de 130 mil. E que inventou os sistemas de irrigação de terras para a agricultura, dando início à civilização que conhecemos hoje em dia.

É graças ao cérebro que nós humanos podemos usar a criatividade, imaginar e realizar coisas incríveis, aprender coisas novas e sentir sensações.

Mas a verdade é que o cérebro, apesar de não ser um músculo, deve ser treinado para poder ser usado em benefício do seu proprietário. Se você usar o seu cérebro de maneira correta, irá mais longe na vida, em todos os sentidos, no sentido material e também no “espiritual”

Os especialistas acreditam que é possível evitar a perda de memória na velhice, e até doenças degenerativas como o mal de Alzheimer, se o cérebro for colocado para trabalhar.

Além de uma boa alimentação, de atividade física regular, exercitar o cérebro é fundamental para uma velhice com qualidade de vida.

Todos sabemos que o Alzheimer é um doença terrível, incapacitante, que ataca principalmente idosos.

Segundo a OMS, estima-se que existam 35,6 milhões de pessoas no mundo com Alzheimer, sendo que 1,2 milhões estão no Brasil.

Os sintomas geralmente aparecem entre os 60 e os 70 anos, apesar de existirem casos precoces, que são muito raros.

A progressão da doença é lenta e os sintomas iniciais se caracterizam por uma perda de memórias de eventos recentes. A medida que o Alzheimer progride, surgem outros problemas com a memória, linguagem, personalidade e orientação visual-espacial.

Infelizmente, a cura para essa doença degenerativa ainda não foi encontrada.

Mas não é por isso que devemos nos entregar. Porque estudos comprovaram que pessoas que continuam a utilizar o cérebro em idade avançada, como a leitura, estão menos propensas a desenvolver a doença. Enquanto que pesquisas realizadas comprovaram que pessoas que possuem como hábito único assistir televisão têm mais propensão a desenvolver a doença.

Pois a medicina natural desenvolveu um exercício simples para você estimular o cérebro e ajudar a prevenir contra o Alzheimer e outras patologias que afetam a memória.

Antes de dormir, faça o seguinte exercício.

O exercício é bem simples. Antes de dormir, já deitado na cama, lembre-se de tudo o que você fez durante o dia desde a hora que acordou pela manhã.

De preferência, faça o exercício com os olhos fechados, mas cuidado para não dormir.

Nesse exercício, o ideal é você se esforçar para se lembrar de todos os detalhes do que você fez durante o dia, quando mais minuciosos, melhor.

Pois esse simples exercício vai ajudar você a preservar a memória. De preferência, faça esse exercício todos os dias.

Outro detalhe importante é que não tem idade para começar a exercitar o cérebro: quando mais cedo, melhor.

Há outras coisas que você pode fazer para exercitar seu cérebro: ler, fazer palavras cruzadas, aprender coisas novas, como danças de salão, se você é destro, começar a usar a mão esquerda para realizar pequenas tarefas diárias, e vice versa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.