Essa planta, conhecida como “PLANTA DA ETERNA JUVENTUDE” nutre, regenera e devolve o colágeno à pele! Veja:

Hoje vamos falar de uma planta que muita gente pensa que é erva daninha mas que é utilizada há milênios na medicina popular para tratar problemas respiratórios, tais como:

  • Alergias
  • Asma
  • Bronquite
  • Pneumonia
  • Dor de garganta

 

Mas, afinal, que planta é essa?

Estamos falando da urtiga, uma planta com reconhecidas propriedades medicinais.

Uma delas os homens precisam saber, que é a hiperplasia prostática (aumento benigno da próstata), pois a urtiga desinflama o órgão e previne o câncer de próstata.

Mas tem mais. A urtiga é excelente para a pele, por causa de suas propriedades purificantes, estimulantes, adstringentes, nutritivas e anti-bacterianas. A planta também ajuda na produção de colágeno, o que é muito bom para a saúde da pele.

Por ser um excelente diurético, a urtiga ajuda a desintoxicar os rins. Muitas pessoas bebem o chá de urtiga para evitar a formação de cálculos renais.

A urtiga é excelente também para combater a queda capilar, eliminar a caspa e deixar os fios mais fortes e mais brilhantes.

Rica em clorofila, é que é ótimo para o sistema circulatório, a urtiga também ajuda a controlar o colesterol ruim.

A urtiga também ajuda reduzir os níveis de açúcar no sangue, sendo portanto recomendada aos diabéticos.

A planta também elimina vírus e infecções bacterianas, fortalece o sistema imunológico e combate  estafa, fadiga, anemia e o estresse.

Você encontra a urtiga em quintais e terrenos baldios. A planta tem vários tipos, sendo todos eles medicinais.

No entanto, como o contato da urtiga com a pele pode causar reações alérgicas, o seu manejo exige cuidado e o uso de luvas apropriadas.

Por isso, o ideal é comprar as folhas secas de urtiga em lojas de produtos naturais ou casas de chá, pois não há mais risco de irritar a pele quando a folha está seca.

Agora, vamos ao chá

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) das folhas secas
  • 1 litro de água

Que Fazer

Colocar água numa panela para ferver e, quando levantar fervura, desligar o fogo e adicionar as folhas.

Tampar a panela e deixar em infusão por no mínimo dez minutos antes de poder ser consumido.

Beber 3 xícaras por dia.

Para facilitar a ingestão, recomenda-se adoçar o chá com mel.

Diabéticos podem adoçar com estévia (atenção: compre uma estévia pura).

O chá é não deve jamais ser consumido por grávidas.

Esse é um blog com dicas e tratamentos naturais de saúde. Jamais deve substituir a avaliação de um médico. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.